Investment

Gráfico do mês – O argumento a favor de uma boa gestão ativa na China!

by Cedric Dingens

O argumento a favor de uma boa gestão ativa na China!

Source: Notz Stucki

Um dos grandes vencedores da pandemia da Covid-19 parece ser a China, cuja economia cresceu quase 3% em 2020 e deverá continuar a crescer entre 8% e 9% em 2021. A contínua valorização do RMB face ao USD é a melhor prova disso. Ao contrário do que acontece nas outras grandes economias mundiais, este ano a política macro chinesa deverá ser equilibrada, com um enfoque em reformas do lado da procura e com o objetivo de estimular o consumo através do emprego, proteção social e distribuição de rendimentos.

Um forte crescimento do PIB real em 2021 e a possibilidade de se assistir a uma aceleração da deflação seriam benéficos para a rentabilidade das empresas, especialmente nos setores de consumo e industrial. Os resultados serão o fator chave para a rendibilidade das ações e, ainda que as cotações das ações estejam bastante altas em termos absolutos, parecem razoáveis quando comparadas com os seus pares globais e, sobretudo, os EUA.

O mercado de ações de Classe A da China, que é o segundo maior mercado de ações do mundo, mas ainda se encontra sub-representado nos índices mundiais, é onde residem as oportunidades estruturais de crescimento. Espera-se que os vencedores estejam entre os líderes da indústria, empresas que aproveitam as megatendências do mundo pós-pandemia e setores que devem beneficiar do plano a cinco anos em termos de apoio de políticas e agenda de reformas (a China quer tornar-se autossustentável!): tecnologia, inovação, digitalização, novas infraestruturas, investimentos verdes e procura interna.

A combinação deste forte enquadramento macroeconómico com as reformas do mercado financeiro poderá resultar numa considerável realocação de fluxos para ações de Classe A da China. Com maiores ineficiências do mercado e uma elevada participação dos investidores de retalho, as ações chinesas constituem um terreno fértil para oportunidades alfa. O gráfico acima mostra o desempenho móvel a 3 anos do MSCI China Index, do EurekaHedge China Equity Long/Short Index e da nossa seleção de gestores China Equity Long/Short num fundo global com vários gestores desde 2015 (cada gestor mantém a mesma ponderação para evitar enviesamentos) ao longo da última década.

Conclusões:

  1. O investimento em posições longas/curtas em ações na China é uma fonte sustentável de alfa ao longo do tempo.
  2. Uma boa seleção de gestores talentosos nesta categoria constitui efetivamente um valor acrescentado.

Com data de lançamento prevista para o fim de março, o nosso novo China Multi-Manager Fund inspirar-se-á, em grande medida, nesta seleção de gestores de posições longas/curtas em ações e deve oferecer vantagens de diversificação a uma típica carteira de ações globais.

 

 

 

 

O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. As opiniões, estratégias e instrumentos financeiros descritos neste documento, podem não ser adequados para todos os investidores. As opiniões expressas são opiniões atuais a partir da (s) data (s) que aparecem apenas neste documento. Referências a índices de mercado ou compostos, benchmarks ou outras medidas de desempenho relativo ao mercado, durante um período de tempo específico, são fornecidas apenas como informação. A Notz Stucki não fornece nenhuma garantia e não faz qualquer tipo de representação, em relação à precisão e integridade de quaisquer dados, incluindo dados do mercado financeiro, cotações, pesquisas ou outros instrumentos financeiros referidos neste documento. Este documento não constitui uma oferta ou solicitação a qualquer pessoa em qualquer jurisdição, em que tal oferta ou solicitação, não seja autorizada ou a qualquer pessoa a quem seja ilegal fazer tal oferta ou solicitação. Qualquer referência neste documento a valores mobiliários e emissores específicos é apenas para fins ilustrativos, e não deve ser interpretada como recomendações de compra ou venda desses valores mobiliários. As referências neste documento a fundos de investimento que não tenham sido registados na Finma, não podem ser distribuídas na ou a partir da Suíça, excepto para determinadas categorias de investidores elegíveis. Algumas das entidades do grupo Notz Stucki ou dos seus clientes, podem deter uma posição nos instrumentos financeiros de qualquer emitente aqui apresentado, ou agir como consultor de qualquer um desses emitentes. Informações adicionais estão disponíveis mediante solicitação.

© Notz Stucki Group

Return to listing
back to
the top
Your browser is not supported. Please use another browser.