Investment

Gráfico do mês – Do carbono ao silicone. A lógica do investimento em semicondutores

by Angel Sanz

Do carbono ao silicone. A lógica do investimento em semicondutores

Source : Bloomberg, IBES, Notz Stucki

Com as alterações climáticas, há uma fortíssima tendência para reduzir a utilização de combustíveis fósseis, cujo principal componente é o carbono. Por acaso, na famosa tabela periódica, o silicone fica logo abaixo do carbono, sendo que o silicone é o componente principal dos chips de semicondutores, que constituem a base da economia digital. Estes pequenos chips são a tecnologia essencial que faz trabalhar tudo o que é computorizado ou digital.

O gráfico acima (linha azul) mostra o desempenho relativo do Índice Philadelphia Semiconductor (SOX) em comparação com o desempenho do SP500. Nos últimos 11,5 anos, este índice tem registado anualmente um desempenho 7,8% acima do SP500!!!

E, por coincidência, os lucros (linha vermelha) dos semicondutores também têm aumentado 7,8% ao ano!!! De vez em quando, o mercado parece ser eficiente.

Qual a origem do crescimento?

  • Comunicações (33% da procura) que registaram um crescimento fenomenal
  • Computadores (29%) Há uma diminuição do crescimento, mas os semicondutores são um dos componentes principais de todos os computadores.
  • Bens de consumo (13%). Os produtos de eletrónica de consumo dependem de semicondutores.
  • Setor automóvel (12%). Os carros utilizam cada vez mais semicondutores para inúmeras funções
  • Indústria (12%). Os microcontroladores, os dispositivos de alimentação elétrica, os sensores, etc., todos eles necessitam de semicondutores

A pergunta importante é: De onde virá a procura no futuro?

  • PROCURA ANTIGA As comunicações, os computadores, os consumidores, a indústria continuarão a utilizar cada vez mais chips, à medida que a economia continuar a “digitalizar-se”.
  • NOVA PROCURA: Os veículos elétricos e híbridos precisam entre 3 a 3,3 vezes mais de chips do que um veículo tradicional, e a nova economia vai migrar a um ritmo acelerado para os veículos elétricos.
  • NOVA PROCURA: A tecnologia 5G vai viabilizar a utilização alargada da Internet das Coisas e dos carros sem condutor, que vão depender de chips.
  • NOVA PROCURA: A inteligência artificial, os dispositivos para jogos, a computação quântica vão, todos eles, utilizar potentes microprocessadores para satisfazer as suas necessidades.

Com toda esta utilização dos chips, a procura de semicondutores superou de tal forma a oferta que os fabricantes de automóveis não estão a conseguir entregar carros em número suficiente devido à falta de chips. Também os cartões de vídeo não estão amplamente disponíveis, o mesmo sucedendo com as consolas de videojogos.

Quanto temos de pagar para conseguir exposição aos semicondutores? A linha verde do gráfico mostra o rácio Preço/Rendibilidade dos semicondutores em 0,98 relativamente ao SP500, mais ou menos em linha com a média registada desde 2009. Hoje em dia, o investidor paga pelos semicondutores o mesmo múltiplo de rendibilidade que paga pelo SP500!!!

CONCLUSÃO:

Setor interessante: cresce a um ritmo mais rápido que o do mercado; está fortemente exposto à economia “digital”; vai beneficiar da migração para os veículos elétricos; vai beneficiar com a implementação do 5G … e tudo isto sem pagar um preço elevado!!

 

 

 

 

O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. As opiniões, estratégias e instrumentos financeiros descritos neste documento, podem não ser adequados para todos os investidores. As opiniões expressas são opiniões atuais a partir da (s) data (s) que aparecem apenas neste documento.

Referências a índices de mercado ou compostos, benchmarks ou outras medidas de desempenho relativo ao mercado, durante um período de tempo específico, são fornecidas apenas como informação. A Notz Stucki não fornece nenhuma garantia e não faz qualquer tipo de representação, em relação à precisão e integridade de quaisquer dados, incluindo dados do mercado financeiro, cotações, pesquisas ou outros instrumentos financeiros referidos neste documento.

Este documento não constitui uma oferta ou solicitação a qualquer pessoa em qualquer jurisdição, em que tal oferta ou solicitação, não seja autorizada ou a qualquer pessoa a quem seja ilegal fazer tal oferta ou solicitação. Qualquer referência neste documento a valores mobiliários e emissores específicos é apenas para fins ilustrativos, e não deve ser interpretada como recomendações de compra ou venda desses valores mobiliários. As referências neste documento a fundos de investimento que não tenham sido registados na Finma, não podem ser distribuídas na ou a partir da Suíça, excepto para determinadas categorias de investidores elegíveis. Algumas das entidades do grupo Notz Stucki ou dos seus clientes, podem deter uma posição nos instrumentos financeiros de qualquer emitente aqui apresentado, ou agir como consultor de qualquer um desses emitentes.

Informações adicionais estão disponíveis mediante solicitação.

© Notz Stucki Group

Return to listing
back to
the top
Your browser is not supported. Please use another browser.